14 de novembro de 2018

Juros para pessoa física registram nova alta em setembro

30 de outubro de 2014 - 12:33

www.mercadofinanceiro.com.br

Segundo o Banco Central do Brasil, o mês de setembro deste ano registrou uma elevação na taxa de juros em diversas modalidades voltadas à empréstimos para a pessoa física, bem como para utilização de cheque especial.

A taxa de juros de do cheque especial, que estava em 172,8% a.a. e iniciou 2014 com 154,0% a.a., passou em setembro para 183,3% a.a., o que corresponde à uma taxa mensal de 9,06% ao mês.

O custo do dinheiro para o crédito consignado de trabalhadores públicos e privados foi de, respectivamente, 24,1% e 32,9% a.a. Para beneficiados do INSS, foi de 25,9% a.a..

Para aquisição de veículos e aquisição de outros bens, a taxa ao ano ficou em setembro em, respectivamente, 22,8% e 80,0% a.a..

O valor total do saldo de crédito ofertado para as pessoas jurídicas e as pessoas físicas subiu no período de janeiro a setembro, respectivamente, 5,19% e 8,74%, atingindo R$ 1.540,2 bilhões e R$ 1.360,5 bilhões.

Ainda em setembro, as pessoas físicas e jurídicas tiveram um “spread” (diferença entre as taxa de captação e de aplicação) de, respectivamente, 7,9% e 18,8%, e uma taxa de inadimplência de, respectivamente, 2,0% e 4,2%.

Vale ressaltar que com a elevação de ontem da taxa Selic, de 11,0% para 11,25% ao ano, as taxas de juros praticadas no mercado deverão sofrer um impacto, ainda que não tão expressivo.

Print Friendly and PDF

Noticias Relacionadas