17 de novembro de 2017

Assine nosso Newsletter

Entenda a situação da economia da Argentina

8 de setembro de 2014 - 10:55

Casa Rosada

www.mercadofinanceiro.com.br

 

A economia da Argentina vem sofrendo graves problemas nas contas externas desde o ano de 2001, quando deixo de pagar seus credores internacionais, entrando em moratória ou “dafault”, após o peso manter uma relação igualitária frente ao dólar, e desvalorizando fortemente sua moeda.  De 2001 para 2002, o PIB Per Capita do país caiu de US$ 7.417 para US$ 2.656.

Procurando regularizar sua situação no mercado financeiro global, a Argentina realizou duas renegociações de sua dívida externa, nos anos de 2005 e 2010. A maior parte dos credores aceitou a renegociação com grande desconto, porém, por volta de 7% não aceitou e entrou na justiça dos EUA.

Já em 2012, a justiça de Nova York entrou com uma ação de cobrança de dívida relativa ao redor de 1% dos credores totais, conhecidos como “Houldout Bondholder” ou simplesmente “fundos abutres”, que se caracterizam por adquirir títulos de dívidas por valores muito inferiores ao valor de face.

Por fim, a justiça de Nova York bloqueou o pagamento da Argentina para aqueles credores que aceitaram a renegociação. No final de julho o país foi considerado novamente em “default”, uma vez que não houve um novo pagamento aos primeiros.

 

Print Friendly and PDF

Noticias Relacionadas