Imagem: MERCADO FINANCEIRO

O BDR (Brazilian Depositary Receipt) é uma interessante alternativa de investimento para os brasileiros!

Os BDRs são títulos ou valores mobiliários em forma de certificado de depósito, emitidos no Brasil, lastreados e representativos de ações de empresas estrangeiras, negociadas em bolsas de valores estrangeiras.

Estes papéis permitem que investidores comprem e mantenham em seu portfólio títulos que reflitam o comportamento de ações de outros países, como os Estados Unidos.

Ampliam de forma significativa as alternativas de investimentos em empresas que atuam em diferentes mercados e setores, inclusive com porte empresarial de diferentes tamanhos e com estratégias e resultados não encontrados no Brasil.

As negociações com os BDRs são realizadas no Brasil, com liquidação em reais.

Assim, por meio dos BDRs, o brasileiro pode investir como se estivesse aplicando em um bolsa de valores estrangeira, como a Nasdaq (conhecida como um centro de negociação de empresas de tecnologia) e a NYSE (New York Stock Exchange).

Os principais BDRs negociados no Brasil são de empresas estrangeiras de grande porte e com forte atuação em seus países de origem e em âmbito global.

Entre os BDRs listados, podemos citar aqueles de companhias destacadas no mercado internacional, como Google (GOGL34), Facebook (FBOK34), Amazon (AMZO34), Microsoft (MSFT34), Apple (AAPL34), Alibaba.com (BABA34), Tesla (TSLA34), Walt Disney (DISB34), Nike (NIKE34), PFIZER (PFIZ34) e Wal Mart (WALM34).

Além de ações, os BDRs também podem representar lastro de cotas de “Exchange Traded Funds” (ETFs) emitidos no exterior.

Os ETFs refletem aplicações de fundos de investimentos em determinados índices de mercado estrangeiros. Na gestão destes fundos, é usual a cobrança de taxa de administração, afetando o rendimento final do investidor.

Já entre os ETFs listados, constam o IVVB11 e o SPXI 11, que refletem o Índice S&P 500 (composto pelas 500 ações com maior capitalização nos Estados Unidos, da NYSE e da Nasdaq).

Visando à emissão dos BDRs, é necessário que uma instituição financeira adquira ações no exterior, gerando lastro via papéis que devem ser bloqueados e mantidos em custódia. A instituição emitente dos BDRs no Brasil se caracteriza por ser uma instituição depositária.

Como os BDRs são títulos que refletem ações negociadas no exterior, sofrem impacto do mercado financeiro e da economia de seus respectivos países e, em diferente forma, das variáveis internacionais financeiras e econômicas.

Os riscos de investimento em empresas com atuação em outros países muitas vezes diferem daqueles existentes em companhias brasileiras.

Acompanhar e analisar estas empresas torna-se um desafio ainda maior.

Podemos dizer que os BDRs facilitam a compra de títulos representativos de ações listadas em outros países, simplificando e reduzindo os custos em relação à uma compra direta no exterior, também garantindo acesso a pequenos investidores no Brasil.

O investidor brasileiro pode utilizar a aplicação de seus recursos financeiros em BDRs como uma importante ferramenta de diversificação de portfólio e de estratégia de investimentos, inclusive buscando rentabilidade maior em comparação àquela obtida no mercado acionário brasileiro.

Todos os direitos reservados – MERCADO FINANCEIRO

O MERCADO FINANCEIRO fornece informações e análises para investimentos em BDRs!

Acompanhe e participe do MERCADO FINANCEIRO!

Anúncio