Imagem: MERCADO FINANCEIRO

CDC (Crédito Direto ao Consumidor)

O CDC é uma linha de crédito destinada diretamente ao consumidor e voltada basicamente à compra de produtos e serviços, com forma de pagamento parcelada. Inclui a cobrança de de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e, para a liberação dos recursos, é exigida a análise de crédito do tomador.

É bastante utilizado nas compras em lojas (crediário) e no próprio cartão de crédito. Sua aplicação é das mais variadas, abrangendo, inclusive, o empréstimo para aquisição de imóveis e automóveis. As taxas de juros variam conforme o bem escolhido, o prazo e as características financeiras do cliente.

Empréstimo Pessoal

É um crédito direto e rápido, fornecido pela instituição financeira, sem justificativa da utilização do valor solicitado e sem necessidade de oferecer garantia.

É realizada uma análise de crédito para aprovação dos recursos. As taxas de juros podem ser determinadas conforme as características do cliente e seu relacionamento com a instituição financeira. Normalmente tem um prazo de pagamento de até 60 meses.

Devido às suas características, o empréstimo pessoal não é considerado uma modalidade de crédito barata em comparação à outras alternativas oferecidas no mercado financeiro.

Antecipação do Imposto de Renda (IR)

Nesta modalidade, você pode antecipar o recebimento do imposto de renda e efetuar o pagamento quando a restituição é depositada pela Receita Federal. Usualmente as taxas de juros são menores nesta modalidade de crédito.

Antecipação do 13º Salário

Antecipar o 13° salário também é boa alternativa de crédito pessoal rápido e barato, e você paga no momento em que receber o benefício. As taxas de juros desta operação são consideradas atraentes frente à média das taxas de empréstimo de mercado financeiro.

Crédito Consignado

Aposentados, pensionistas e assalariados de empresas conveniadas com instituições financeiras podem usufruir desta modalidade de crédito.

As prestações são descontadas diretamente nos benefícios ou salários, e normalmente não podem ser superiores à 35% dos proventos e remunerações mensais recebidos. Por ter esta garantia, as taxa de juros são menores que a média dos empréstimos oferecidos no mercado financeiro. O prazo máximo de pagamento normalmente está situado entre 84 e 96 meses (7 e 8 anos), dependendo da condição do tomador de crédito.

Crédito Automotivo

Esta modalidade de empréstimo é utilizada por quem pretende adquirir um automóvel, novo ou usado, e normalmente tem um valor de entrada, com prestações mensais.

O prazo de pagamento costuma ser alongado e as taxa de juros são menores, uma vez que o bem é dado como garantia para a instituição financeira, que fica de posse vinculada até o final do contrato.

Crédito com Garantia de Automóveis

Nesta modalidade, o empréstimo financeiro é realizado com base no valor de mercado do automóvel, que é dado em garantia para a operação. A instituição financeira fica de posse vinculada do bem até o final do contrato.

O valor do crédito pode chegar, em alguns casos, a 90% do valor do veículo. As parcelas são fixas, em prazo alongados, e a liberação do valor é realizada após os trâmites legais.

O registro desta operação exige um custo extra que precisa ser considerado. Ainda, é executada uma análise da documentação e cobrada uma taxa pela avaliação do automóvel.

Em algumas instituições financeiras exige-se que o veículo não tenha mais de 10 anos.

Esta modalidade de crédito é considerada de baixo custo financeiro, ou seja, apresenta baixas taxas de juros em comparação à outras modalidades de crédito existentes no mercado financeiro.

Crédito Habitacional

O financiamento habitacional é utilizado para quem objetiva a aquisição de um imóvel. Tem como características o longo prazo e a garantia do próprio bem, fazendo reduzir as taxas de juros do contrato. É considerado uma excelente alternativa para obtenção de crédito de valor significativo.

O mercado financeiro contempla atualmente excelentes oportunidades de financiamento, com taxas de juros atrativas, baseadas em um percentual fixo mais um percentual variável (baseado em indicadores como de evolução da TR, do INPC e da poupança).

Para liberação do crédito, as instituições financeiras analisam se o cliente detém renda suficiente para arcar com o pagamento das prestações.

Penhor

Esta linha de crédito é obtida via fornecimento de garantia dada por meio de um bem valioso, como joias, que passa por uma análise de valor de mercado. O bem é deixado e transferido momentaneamente para a instituição financeira.

Os percentuais do valor emprestado sobre o valor do bem dependem da relação do cliente com a instituição financeira e de suas políticas de crédito e de risco.

Com a quitação do valor emprestado, o contrato pode ser renovado ou o bem pode ser requisitado de volta pelo tomador. As taxas de juros desta modalidade financeira costumam ser menores em relação à média de mercado.

Crédito Estudantil

Também conhecido por crédito universitário, é baseado em um contrato no qual o estudante fica obrigado a pagar o valor emprestado a partir de um prazo e condições pré-determinados.

Esta modalidade de crédito visa apoiar os estudantes que não conseguem quitar suas mensalidades durante o período em que estão cursando a universidade. Os prazos de pagamento variam conforme a instituição financeira ofertante do crédito.

Todos os direitos reservados – MERCADO FINANCEIRO

Anúncio